[PRÁTICA] Você é impaciente? Saiba como controlar a impaciência com mindfulness!

Olá, tudo bem?

Conheci uma colega que era tão competente quanto IMPACIENTE.

Explico :

Ela tinha dificuldades em se comunicar com pessoas que demoravam muito a entender suas instruções. Por isso, se sentia inquieta e irritada em grande parte do tempo.

Mas ela me confidenciou que se sentia muito triste e culpada por suas reações intempestivas. Ela sentia que machucava os outros e, desta forma, os afastava de seu convívio.

Neste post, vou falar um pouco sobre :

  • Uma técnica breve para lidar com a impaciência;
  • Como identificar a impaciência na cabeça e no corpo?;
  • Por que mindfulness para a impaciência?


Uma técnica breve para lidar com a impaciência

Vamos primeiro à técnica!

Fique atento para perceber quando a impaciência surge no seu dia.
Observe as falas interiores (“Anda logo!”) que acompanham a impaciência.
Observe os sinais do corpo (dedos tamborilando, batimentos acelerados).
Pergunte-se: “Por que estou com pressa?”
Veja que respostas lhe vêm à cabeça.
Faça algumas respirações conscientes.
Pergunte-se novamente : “Por que estou com pressa?”
Perceba se a impaciência se modificou.


Lembrete

Se você fica impaciente com frequência, será fácil fazer esse exercício. Contudo, se você quer trabalhar com esta emoção, você pode por lembretes em seu computador e/ou celular dizendo “Repare na impaciência!”


Como identificar a impaciência na cabeça e no corpo?

A impaciência está relacionada à ansiedade de querer terminar algo imediatamente.

Geralmente para ir logo para outra tarefa … e outra … e outra …

No final de uma trilha de tarefas enfadonhas haverá a esperança de algo prazeroso a fazer.

Assim a impaciência está relacionada ao Modo Fazer da mente, com o movimento voltado ao futuro.

Este movimento tenta forçar o tempo a andar mais rápido, em busca de uma atividade que valerá a pena se engajar.

Para quem é impaciente, desacelerar é bastante difícil.

Desacelerar dá a ideia de “Não fazer nada!” que, no final das contas, é uma perda de tempo.

Os sinais da impaciência na mente são negligência, irritação, inquietação e muitos, muitos pensamentos com tom nada cordial e amistoso :

“Por que você demora tanto para fazer algo tão simples!”

“Não posso acreditar que estou perdendo tanto tempo com isso.”

“Poderia estar fazendo algo produtivo, em vez de estar esperando nesta fila de banco.”

“Por que não colocam mais caixas de supermercado neste horário de pico? Que burrice e desrespeito conosco!”

Enfim, você está alarmando seu estresse através dos pensamentos!!

Os sinais da impaciência no corpo incluem o aumento do batimento cardíaco, tamborilar dos dedos, balançar das pernas, aperto no peito ou estômago, tensão muscular nos ombros ou mandíbula, etc.


Por que mindfulness para a impaciência?

Quando aprendemos a levar atenção plena para os aspectos tediosos da vida, como lavar pratos, essas atividades se tornam interessantes.

Como a mente não nos empurra mais para o futuro – e assim perdemos a pressa em concluí-las – elas se tornam relaxantes.

Quando conseguimos aquietar os pensamentos agitados, entramos em sintonia com o fluxo dos acontecimentos e ficamos tranquilos.

Ficamos em paz porque sabemos que o que é necessário fazer naquele momento está sendo feito.


Conclusão

A impaciência rouba nossa energia. Pode se transformar em raiva logo, logo … Então entramos em um funil de exaustão, depressão e ansiedade.

Para isso não acontecer, mergulhe no momento presente, respirando, ouvindo e sentindo as sensações.


Referências

Bays Chozen, Jan – Como domar um elefante – 53 maneiras de acalmar a mente e aproveitar a vida. Alaúde Editorial, 2011.

Gostou deste artigo? Então Compartilhe!
Postagens mais lidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento WhatsApp
Fale Conosco agora.